10 de out de 2009

Abandonando a atitude

A atitude, sim. Ela é definida. Atitude não é sempre ruim. Na verdade, atitudes fizeram a humanidade evoluir exponencialmente. A tecnologia não passa de uma reação de cadeia de mudanças e de atitudes que vão contra a autoridade repressora. Eu especificamente, não escrevo mais minha opinião em provas discursivas. Primeiramente porque não é tão adequado quanto pode parecer (há maneiras mais diretas de expressar, formalmente, a sua opinião para um professor), e porque é mais fácil me adequar à sociedade na minha situação em especial (faltam dois meses!). Defendo revoluções, pacíficas; se Martin Luther King conseguiu realizar o tão grande sonho, porque qualquer outro alguém não conseguiria? Obviamente poucos chegaram aos pés de King, mas se alguém tem um sonho, este, se justo, deve ser realizado. O meu blog não é uma maneira de passar o tempo, mas uma obrigação que eu tenho de mostrar ao mundo as belezas (e as feiuras) do mundo. Contrariarei os capitalistas egoístas que querem mais e mais dinheiro, e também contrariarei os socialistas/comunistas arrogantes, que pensam que são as únicas pessoas corretas no universo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails